Petróleo volta a subir

Retomada dos EUA coincide com desastre brasileiro

O mercado internacional do petróleo começa a voltar para as mãos das superpotências. Um aumento substancial nos preços do barril, nos últimos meses, levou a uma retomada da produção petroleira nos Estados Unidos, o que permitiu que o país conteste o domínio saudita sobre o mercado e alivie as pressões de preço nas bombas de gasolina.
Com o preço do petróleo cru padrão West Texas Intemediate acima dos US$ 65 por barril, o mais alto em quase três anos, os Estados Unidos estão se tornando um produtor dominante. Os americanos já superam China e Índia, enquanto as importações americanas de petróleo extraído no Oriente Médio e na África do Norte estão se reduzindo.
A movimentação ocorre também após o asfixiamento da Petrobras e da venda por valores irrisórios dos poços brasileiros de pré-sal, que resultaram em perdas estimadas em R$ 3 trilhões para o país.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *