Protesto em Santos

Portuários pararam contra intervalo entre jornadas

A paralisação de cerca de 6 mil trabalhadores avulsos do Porto de Santos, na primeira semana de abril, causou prejuízos equivalentes a R$ 1,6 milhão. Pelo menos dez navios tiveram de aguardar o retorno dos portuários para iniciar operações no cais santista.

Os avulsos protestavam contra o início da obrigatoriedade do descanso de 11 horas entre jornadas de trabalho. Antes desta regra, eles costumavam emendar um serviço no outro ao serem chamados pelos terminais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *