ASSEMBLEIA APROVA CONTRIBUIÇÃO

TAICUPAM autorizado a fazer desconto em folha

Em assembleia convocada pelo Sindicato Nacional dos Cozinheiros e Taifeiros da Marinha Mercante, os trabalhadores da categoria aprovaram por unanimidade a contribuição de um dia de trabalho por ano para o TAICUPAM. A decisão foi tirada em 17 de janeiro no plenário do sindicato, no centro do Rio de Janeiro.

– Foi a alternativa encontrada para contornar a perda de receita provocada pela brusca mudança na lei trabalhista, em vigência desde 11 de novembro de 2017. O novo texto, aprovado em tempo relâmpago pelo congresso nacional, eliminou a contribuição compulsória de um dia de trabalho que era descontada anualmente conforme determinava a CLT até recentemente – afirmou ao fim da assembleia o presidente do TAICUPAM, Ossian Quadros.

Ainda segundo o dirigente sindical, todas as providências legais foram tomadas. Por orientação da assessoria jurídica – prossegueOssian Quadros – a ata da assembleia será registrada em cartório e, a seguir, encaminhada às empresas.

– Com isso, o desconto de um dia do ano volta a ser repassado pelas empresas ao TAICUPAM, exatamente como era antes da nova lei trabalhista aprovada no atual governo por este Congresso, duas instituições amplamente rejeitadas pela população – acrescenta o presidente do sindicato.

Outra decisão aprovada na assembleia é que o TAICUPAM passe a cobrar de não associados uma taxa de R$ 150,00 para fazer homologação.

– O associado não pagará nada para garantir na homologação o acompanhamento sindical para não perder verbas rescisórias. Já o não associado fica com a opção de fazer a homologação com a supervisão do sindicato em troca da taxa, que é menos arriscado que fazer na empresa, como permite a nova lei – explica Ossian Quadros.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *